VII. Escatologia e Teologia Moderna

A Consumação da História

Em 1960, estudiosos bíblicos e teólogos ficaram surpresos pelo pronunciamento do crítico do Novo Testamento Ernst Kdsemann que a apocalíptica era a mãe de toda teologia cristã. 1 Este anúncio produziu uma agitação de entusiasmo porque, se verdadeiro, isto significaria um ponto de mudança principal em nosso entendimento da fé cristã. O choque aumentou quando a teologia de Wolfhart Parmenberg obteve apoiadores, porque insistia que no conceito apocalíptico da história era a base tanto para 2 a fé cristã como o pensamento do homem moderno sobre o futuro. Kdsemann e Pannenberg geraram uma renascença apocalítica positiva entre os teólogos alemães mais jovens.

Leia mais...

 

Teologia Apocalíptica e Moderna

Sendo que Jesus pregava as boas novas do reino que estava próximo, qual significado sua mensagem tem hoje? Vamos examinar brevemente cinco visões contrastantes do apocalipticismo de Jesus.

1. A mensagem escatológica de Jesus não é uma parte essencial de seus ensinamentos, alguns dizem. Mesmo se a visão de mundo apocalíptica fosse provada falsa, isto de nenhuma forma afeta o núcleo da fé cristã. Por exemplo, Harnack acreditava que a esperança escatológica obsoleta dos primeiros cristãos poderia ser descartada sem afetar a essência do Cristianismo. O que o erro apocalíptico tem a ver com a paternidade de Deus, o valor infinito de cada alma humana e a fraternidade do homem que era a mensagem real de Jesus? 13

Leia mais...

 

Uma Teologia da História

Concordando com a herança judaico-cristã, a teologia da Unificação afirma que a história se move na direção de um objetivo positivo. De acordo com a Bíblia, Deus criou Adão e Eva para serem os Verdadeiros Pais da humanidade. Se eles tivessem continuado em comunhão com Deus e resistido à tentação de Lúcifer, seus descendentes teriam habitado no reino do céu ideal na terra, simbolizado no Gênesis pelo jardim do Éden. Portanto, o propósito de Deus para a humanidade é que cada indivíduo viva uma vida útil e alegre, e que todo o nosso mundo esteja preenchido com justiça, harmonia e paz.

A despeito de toda a tolice, injustiça e busca egoísta do prazer pelo homem, Deus ainda está determinado a realizar Seu propósito original de criação. Independente de nossos pecados, o amor de Deus permanece firme. Assim, Ele tem direcionado o curso da história a fim de restaurar o homem e a natureza ao seu estado original. 20

Leia mais...